Friday, January 28, 2011

Resenha (37): Freefall, de Mindi Scott

Freefall
Autora: Mindi Scott
Editora: Simon Pulse
Gênero: YA/Drama/Romance
Publicação: 5/10/2010
Páginas: 315 (Paperback)
★★★★★
How do you come back from the point of no return?

Seth McCoy was the last person to see his best friend, Isaac, alive, and the first to find him dead. It was just another night, just another party, just another time when Isaac drank too much and passed out on the lawn. Only this time, Isaac didn't wake up.

Convinced that his own actions led to his friend's death, Seth is torn between turning his life around... Or losing himself completely.

Then he meets Rosetta: so beautiful and so different from everything and everyone he's ever known. But Rosetta has secrets of her own, and Seth soon realizes he isn't the only one who needs saving.
Não sei bem o motivo, mas, quando li a sinopse de Freefall pela primeira vez, senti uma pitadinha de sobrenatural na história. Não soava muito bem como um romance meio dramático contemporâneo, meu mais novo vício literário. Superou minhas expectativas, sim. O final, no entanto, deixou a desejar, faltou algo ali.

Com ambos papéis de narrador e protagonista, Seth conseguiu me conquistar durante este pequeno período de sua vida, de mudanças, quase um recomeço. Não exatamente algo repentino, do nada. Algo, porém, que vai gradativamente acontecendo, por primeiros motivos relacionados à morte de Isaac e à maneira como ele lidaria com sua fobia a partir daquele momento. E conhece Rosetta meio que aleatoriamente, do lado de fora de uma daquelas festas de jovens americanos.

Sinceramente não sei bem como descrever ou relatar minha experiência com Freefall. Foi uma história simplesmente realista, destacando as complicações normais da vida de um adolescente que, há pouco, perdeu o melhor amigo. Seth vai tentando se recuperar da falta dele, tentando vencer seus medos, e, eventualmente, no meio de tudo isso, também acaba se apaixonando e encontrando uma espécie de força em Rosetta, quem também tenta vencer certos medos.

Fiquei encantada com a forma que tomou o relacionamente deles, sem pressa, naturalmente... E como Mindi Scott, a autora, conseguiu fazer de Seth um narrador tão realista, como ela conseguiu fazer até os personagens que aparecem menos também terem papéis importantes na transformação da vida de Seth e deles mesmos. Em resumo, Mindi Scott foi fantástica ao escrever este romance, que foi apenas o seu primeiro.

Uma pena, porém, o final não ter me agradado quando eu estive amando o livro durante todo o tempo de leitura. Apenas por isso, enxerguem essas cinco estrelas como quatro e meia. Mas nada que tenha feito eu me rebelar ou ficar com raiva do fim... Apenas foi muito "PÁ! ACABOU!", sabe? Faltou algo, foi muito rápido, não senti a emoção do grand finale. Só. Poderia ser bem melhor, bem mais emocionante.

Altamente recomendo a leitura de Freefall e espero que todos adorem tanto quanto eu adorei (e até que gostem do final, já que não gostei). Sério. Nem acredito que este livro foi o primeiro da Mindi. Ponto final.

O exemplar de Freefall, para a minha leitura, foi disponibilizado pelo blog Murphy's Library através de um Blog Tour e já está com a segunda leitora. Muito obrigada, meninas!
BOOK DEPOSITORY | AMAZON | CULTURA*
*Ganhe 10% de desconto ao comprar FREEFALL através deste link.

10 comments:

  1. Hum... parece bom. Estilo Love you, Hate You, Miss you. Eu quero! *--*

    ReplyDelete
  2. Adorei essa capa!
    Fiquei curiosa, ainda não tinha lido nada sobre ele.
    Adoro quando a autora arrebenta logo no primeiro livro.
    Sei como é esse sentimento de "Faltou algo mais", que bom não ter prejudicado seu julgamento.
    Já entrou na minha wishlist Raíla.
    Quando mamys perguntar pq a conta do cartão veio alta, vou mandar ela vim conversar com vc! haha
    ps:"romance meio dramático contemporâneo" são os meis preferidos ever

    bjos

    Ni,
    Leitora assídua!

    ReplyDelete
  3. Eu to ficando revoltada com esses livros que faltam algo no final, sabe? Acho que é a pressa pra publicar, não sei, e isso me desanima a comprar e ler tais livros, mas sua resenha me animou!

    Mil beijos!
    @mariaclarabruno
    www.thecoffeesandbooks.blogspot.com

    ReplyDelete
  4. AI QUE LIIIIIIIIIIIINDO!
    Eu quero, eu quero, eu quero, eu queeeeero!
    Eu vou leeeeeeeeer, YAAAAAAAAY!
    AUISAHSIUASHAIUSHAIUH
    *surta*

    Cara, adorei sua resenha! É, eu já tava com vontade de ler esse livro, lógico, mas né, nada como aumentar um pouco (muito) mais! *_*

    ReplyDelete
  5. Nossa, que bom que entrei aqui hoje. Vim exatamente procurar sua resenha de Freefall (na verdade, saber se já tinha feito, haha) já que também no na Blog Tour e tô aqui esperando minha vez (yn). Parece ser bacana e eu espero gostar do final, haha.
    Beijão,
    Babi Lorentz

    ReplyDelete
  6. Eu adorei sua resenha, Raíla. Pena que o final não supriu suas expectativas! Mas me deu vontade de colocar o livro na lista :)

    ReplyDelete
  7. Eu quero muito ler esse livro! \o/ Ouço falar muito bem dele, mas nunca tinha lido uma resenha.. Pena que o final não te agradou, né? Às vezes eu fico chateada com essas coisas porque eu paro e penso: como um livro que deu super certo em mais de 90% dele pode acabar assim? Mas a gente supera, né? =D

    Adorei a resenha!
    Beeijo! ;3

    ReplyDelete
  8. Fiquei com vontade de conferir Freefall só pela sinopse...Mas ando meio cansada de livros no colegial, então vou dar um raincheck neste ;)

    Mas o resumo em inglês me deu a idéia de que há um pouco de mistério e suspense na estória. É isso mesmo ou tudo gira em torno de superar perdas?

    :*,
    Léka

    ReplyDelete
  9. Oi Raíla,

    eu fui a última a ler Freefall e queria manter tudo meio as escuras, mas adorei a sua resenha!

    Realemnte o livro é muito bom, mas tem um final muito, sei lá, parado. Estava esperando talvez mas alguma coisa, mas achei bacana mesmo assim.

    Como você adorei o livro!

    Beijos!

    ReplyDelete

Related Posts with Thumbnails